• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • Suspensão temporária de atendimento ao público

    MPT-PR E TRT-PR convidam para o evento “24 Anos da Lei de Cotas - Entendimento da Lei, seus Avanços e Resultados”

    Nesta sexta-feira (21), às 14h, no auditório do Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR), acontece o evento “24 Anos da Lei de Cotas - Entendimento da Lei, seus Avanços e Resultados”, promovido pela Comissão de Inserção da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho do Fórum do Meio Ambiente do Trabalho do MPT-PR e pela Comissão de Acessibilidade do Tribunal Regional do Trabalho no Paraná.

    MPT-PR investiga caso de trabalhador haitiano que diz ter sido xingado de “macaco”

    O Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR) recebeu, no dia 1º de agosto, denúncia a respeito do suposto caso de injúria racial sofrida pelo trabalhador haitiano Rima Pierre Louis. Ele relata ter sido chamado de “macaco da Amazônia” e ter sido ameaçado de morte pelo amigo do proprietário da empresa onde trabalha, uma metalúrgica em São José dos Pinhais. Um Boletim de Ocorrência foi registrado no dia 27 de julho. No dia 4 de agosto o MPT-PR enviou intimação para a empresa manifestar-se e agora analisa os documentos apresentados pela defesa.

    Correios se comprometem a fazer repasse direto aos terceirizados da limpeza

    Audiência para definir situação do Município de Curitiba e do Hospital de Clínicas acontece nessa quinta (13).

    A Empresa Brasileira de Correios e Telégrados (EBCT) se comprometeu, em audiência de mediação realizada hoje no Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR), a fazer os repasses relativos aos salários dos trabalhadores terceirizados da limpeza em até 10 dias, no valor bruto de R$200 mil, diretamente aos trabalhadores. O pagamento corresponde aos trabalhadores dos municípios de Londrina, Curitiba e Francisco Beltrão. A empresa Hamirisi, que presta serviços de asseio e conservação para a EBCT, não efetuou os pagamentos de salários, benefícios e rescisões referentes aos meses de junho e julho, com a justificativa de que “a mora iniciou-se da retenção de valores pelos Correios para suprir irregularidade no contrato do Rio de Janeiro”.

    • banner pcdlegal

    • banner audin
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • banner transparencia
    • banner estagio
    • Portal de Direitos Coletivos