PTM Campo Mourão abre inscrições para entidades interessadas em participar de cadastro para destinação de recursos

(Campo Mourão, 10/11/2020) A Procuradoria do Trabalho no Município (PTM) de Campo Mourão informa que estão abertas as inscrições de órgãos públicos ou entidades privadas, sem fins lucrativos, interessadas em compor cadastro para destinação de recursos ou bens decorrentes da atuação finalística do Ministério Público do Trabalho.

Tribunal atende a pedido do MPT e suspende retomada de atendimento presencial ao público no município de Goioerê-PR

(Curitiba, 16/4/2020) O Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região decidiu liminarmente, nesta terça-feira (14/4), que o município de Goioerê-PR deve suspender o retorno do trabalho presencial de atendimento ao público, a fim de se garantir a proteção à vida, à saúde e à incolumidade física e emocional de todos os cidadãos. A decisão abrange tanto os servidores estatutários como celetistas e prestadores de serviço, ressalvados os serviços públicos considerados essenciais.

Servidores Lotados na PTM Campo Mourão

NomeCargo
Ana Paula Schroder Pereira ANALISTA MPU/PERÍCIA/ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO
Erik Iwamoto ANALISTA MPU/APOIO JURÍDICO/DIREITO
Fabyelle Christinne Pucci do Nascimento ANALISTA MPU/APOIO JURÍDICO/DIREITO
Liana Remuzzi Ficagna TÉCNICO MPU/APOIO TÉC. ADM./ADMINISTRAÇÃO
Rosiane Pereira TÉCNICO MPU/APOIO TÉC. ADM./ADMINISTRAÇÃO
Thiago Lisboa de Carvalho TÉCNICO MPU/APOIO TÉC. ADM./ADMINISTRAÇÃO
Thiago Rodolfo Pires ANALISTA MPU/APOIO JURÍDICO/DIREITO
Valdelice Fátima de Andrade Pepinelli CEDIDO

Sobre a PTM de Campo Mourão

 

Horário de atendimento

Segunda à sexta-feira - 10h às 16h00.

 

Endereço

Av. José Custódio de Oliveira, 2305
Centro - Campo Mourão - PR
CEP 87300-020

 

Contato

Telefones: (44) 3599-0800 / (44) 98860-2270 e 98818-4480
Correio eletrônico: prt09.dircmp@mpt.mp.br

Mapa da localização

 

Segundo Cristiane, “A LYx já responde a mais de 200 ações trabalhistas, como responsável subsidiária, para pagamento de salários e verbas rescisórias impagas de trabalhadores aliciados, cujos contratantes fajutos tiveram a própria remuneração retida pela própria Lyx e em razão disso desaparecem. Não é surpresa. A construtora sabia que os trabalhadores ficariam desprotegidos porque reteve pagamentos do “gato”. Não são vítimas.

  • 1
  • 2