• áreas de atuação
  • denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • protocolo
  • autenticidade de documentos
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
    • maio-lilas01
    • 01.12 calendário
    • PRT9 EM PAUTA
    • Entre em contato com o MPT sem sair de casa

    • Balcão virtual 2
    • 05.10 cadastro
    • peticionamento eletrônico - destaque
    • Maio Lilás reforça a importância da participação de jovens em sindicatos
    • Conheça o informativo mensal com as principais notícias da atuação do MPT-PR
    • Procurador-chefe do MPT-PR para o biênio 2023-2025 é empossado em Curitiba/PR

    Funcionamento do MPT-PR: das 9h às 17h; atendimento externo é realizado das 10h às 16h30

    (Curitiba, 7 de março de 2016) O Ministério Público do Trabalho no Paraná tem novo horário de expediente todas as suas unidades, a partir do dia 7 de março: das 9h às 17h. O horário de atendimento ao público externo passa a ser padronizado das 10h às 16h30. Denúncias devem ser feitas por meio de formulário eletrônico disponível no site do MPT-PR, na área Serviços (clique aqui para acessar)

    Audiências Públicas discutem exploração do trabalho infantil no Paraná

    (Curitiba, 20/06/2016) - Cerca de 200 pessoas participaram, na última sexta-feira (10 de junho), de uma audiência pública sobre trabalho infantil em São José dos Pinhais (município da Região Metropolitana de Curitiba). A audiência foi um dos eventos que marcaram as atividades alusivas ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, em 12 de junho. No Paraná, além dessa audiência, foram – e ainda serão – realizadas várias outras, em diversos municípios (veja cronograma abaixo). O objetivo é debater e trazer à luz questões importantes relacionadas à exploração do trabalho infantil.

    MPT celebra acordo com Isdralit para que empresa substitua amianto por fibras alternativas

    (Curitiba, 16/06/2016) – O Ministério Público do Trabalho no Paraná e Isdralit Indústria e Comércio Ltda firmaram acordo judicial no qual a empresa se compromete a substituir a matéria-prima amianto do tipo crisotila (amianto branco) por fibras alternativas (naturais ou artificiais) em todo o seu processo produtivo até o dia 7 de junho de 2017.  Depois desta data, a Isdralit não poderá mais manter estoque de amianto ou dar continuidade à produção que utilize esta matéria-prima. A empresa possui três máquinas que ainda produzem amianto. Duas delas deverão passar a produzir telhas alternativas até 31 de dezembro de 2016. A terceira, em 7 de junho de 2017.

    MPT recomenda que vereadores de São José dos Pinhais não aprovem uso do amianto por mais 6 anos

    (Curitiba, 01/06/2016) – O Ministério Público do Trabalho no Paraná expediu notificação recomendatória, nesta quinta-feira (1 de junho), aos vereadores da Câmara Municipal de São José dos Pinhais, para que não aprovem nenhuma alteração legislativa que permita à indústria a continuidade da utilização do amianto como matéria-prima, ainda que por tempo determinado.

    • banner pcdlegal

    • banner audin
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • banner transparencia
    • banner estagio
    • Portal de Direitos Coletivos