Publicação do MPT detalha atos antissindicais

(Brasília, 15 de maio de 2024) O Ministério Público do Trabalho (MPT) lançou, na última sexta-feira (10), a publicação "Atos Antissindicais. O que fazer?". Idealizado pela Coordenadoria Nacional de Promoção da Liberdade Sindical e do Diálogo Social (Conalis) do MPT, o documento é uma orientação para que se combata as condutas antissindicais dentro de empresas e instituições públicas.

MPT em Maringá destina mais de 370 mil reais para assistência às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

(Curitiba, 14/05/2024) O Ministério Público do Trabalho no município de Maringá destinou 377 mil e quinhentos reais ao Fundo Estadual de Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Sul, para ajudar na assistência às vítimas das enchentes de atingem o estado desde a semana passada. A autorização para a destinação foi concedida pela Justiça do Trabalho em Maringá, no dia 10 de maio. Os recursos destinados pelo MPT são parte de uma multa paga por uma empresa do setor de couros do município, condenada por irregularidades trabalhistas.

Sala da família proporciona acolhimento e privacidade para mães, pais e responsáveis por crianças na sede do MPT/PR

(Curitiba, 10/5/2024) Lactantes, mães, pais e responsáveis por bebês e crianças têm, a partir desta sexta-feira (10 de maio), um espaço especialmente pensado para proporcionar mais privacidade e acolhimento enquanto estiverem na sede do Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR), em Curitiba. A sala da família já existia na unidade, mas foi reformulada para atender melhor à população, especialmente quanto ao apoio à amamentação.

MPT-PR adotará medidas para promover empregabilidade de indígenas kaingangs que vivem em aldeia no município de Campo Largo

(Curitiba, 10/05/2023) O Ministério Público do Trabalho no Paraná, por meio da representante regional da Coordenadoria Nacional de Promoção de Igualdade de Oportunidades (Coordigualdade-MPT), procuradora regional do Trabalho Mariane Josviak, adotará medidas para promover a empregabilidade de jovens e adultos da aldeia indígena kaingang localizada no Parque Histórico do Mate, no município de Campo Largo-PR. A decisão de atuar para a inserção dos indígenas no mercado de trabalho foi tomada após visita realizada à aldeia, nesta quarta-feira (8/05).